Afectos com Letras agradece apoio de voluntários em véspera de nova missão

afectosA associação Afectos com Letras que tem dedicado os seus três anos de actividade a realizar missões solidárias na Guiné-Bissau agradece, no âmbito do Dia Internacional do Voluntariado, “a vontade de todos aqueles que deixam a sua zona de conforto e partem para ajudar os outros”, afirma a sua presidente.

De acordo com Joana Benzinho, a associação, sedeada em Pombal, “apenas existe com as voluntárias e os voluntários que usam as suas poupanças e os seus tempos livres para se juntar a nós nas missões solidárias que realizamos”. “Já foram muitos os que partiram connosco nas seis missões realizadas, e é uma alegria ver que alguns voltam”, adianta.

Aquela assessora do Parlamento Europeu, diz não esquecer, ainda, que a Afectos com Letras “existe também com aqueles voluntários que, embora não indo ao terreno, muito fazem a partir de cá para que a obra se concretize”. Dando como o exemplo da Rede de Bibliotecas de Pombal que “fez um trabalho extraordinário no passado mês de Julho na recolha e catalogação do Fundo Documental de cerca de 13 mil livros que compõem agora a Biblioteca em Bissau”, realça.

Entretanto, aquela organização não-governamental já tem pronto mais um contentor com ajuda humanitária com destino à Guiné-Bissau. “No dia 25 de Dezembro cinco voluntários seguem para Bissau onde irão estar durante 12 dias e proceder à entrega da ajuda”, refere Joana Benzinho.

Naquela nova missão seguem medicamentos para os doentes do Hospital Simão Mendes, leite em pó, arroz, bolachas e massas para as crianças de Djoló, Varela e Rubane, águas, sumos, roupinhas, livros escolares, brinquedos e muitos livros de medicina para fazer uma secção nova na Biblioteca em Bissau.

Criada em Setembro de 2009, a Afectos com Letras – Associação para o Desenvolvimento pela Formação, Saúde e Educação tem como missão a melhoria das condições de vida das crianças da Guiné-Bissau.

Desde a sua constituição que tem desenvolvido um conjunto vasto de projectos como o co-financiamento da construção da Escola de Djoló que abriu em Outubro de 2010 com 120 alunos, o projecto Baobá que consiste no apadrinhamento individual de crianças ou de turmas daquela escola, a construção de um furo com painéis solares que fornece água e luz à escola, assim como o pagamento do salário de três professores.

A dinamização de campanhas como “Um livro para a Guiné Bissau”, que levou centenas de livros até várias escolas guineenses, “Um brinquedo para a Guiné Bissau”, bem como a elaboração e edição de uma brochura sobre nutrição infantil, são outras das iniciativas levadas a efeito.

A Afectos com Letras co-financiou, ainda, uma creche em Varela, destinada a 70 crianças, assumindo, também, o pagamento das duas professoras e três auxiliares.

Por outro lado, tem organizado diversas missões solidárias que levam até à Guiné profissionais de distintas áreas como dentistas, médicos, psicólogos, professores ou nutricionistas entre outros, com o objectivo de ajudar as populações, dar consultas, formação, entre outras.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: