Autarca renúncia em protesto à agregação da freguesia

Rui Nunes Como forma de protesto à proposta de agregação da freguesia da Mata Mourisca à Guia, juntamente com a Ilha, levou o socialista Rui Nunes a renunciar ao seu mandato na Assembleia de Freguesia.

Rui Nunes, que se candidatou, por duas vezes, à Junta de Freguesia de Mata Mourisca refere que apresentou a sua renúncia na passada sexta-feira, como forma de protesto. Na sua opinião, o presidente da Junta de Freguesia, o social-democrata António Fernandes, “demonstra passividade e está conformado” com o fim da freguesia. “As pessoas protestam mas na prática nada faz”, diz

O socialista diz estar descontente com as formas de protesto promovidas pelo autarca matamourisquense, dando como exemplo, o facto de aquando da manifestação realizada na sede do concelho, “o presidente da Junta ter aparecido ao lado do presidente da Câmara como se fosse um outro qualquer evento” uma vez que “nem a bandeira da freguesia nem um simples cartaz levou”, diz.

“Há mais de ano e meio que alertei na Assembleia de Freguesia para esta situação da agregação, mas sempre disseram que tinham a garantia do presidente da Câmara Municipal que tal não iria acontecer e que não iria permitir”, afirma Rui Nunes, adiantando que “ de Pombal andam a fazer os possíveis para que tudo caia no esquecimento”.

Quanto à população daquela freguesia da zona Oeste do concelho, o socialista refere que “as pessoas estão descontentes” com a extinção da freguesia, mas “vão-se esquecer e nas próximas eleições vêem o símbolo no boletim do voto e votam no mesmo partido”.

Entretanto, a Sul do concelho de Pombal, as freguesias de São Simão de Litém e Albergaria dos Doze (propostas a agregar-se a Santiago de Litém) estão a mobilizar as populações para se deslocarem a Lisboa, no próximo sábado, a fim de participar na concentração organizada pela Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

“A hora é de solidariedade, a presença de todos é a nossa força”, diz Isabel Costa, autarca social-democrata que presidente à Junta de Freguesia de São Simão de Litém, que já solicitou à Câmara Municipal cedência de transporte.

Recorde-se que através daquela concentração, junto ao Palácio de Belém, as freguesias que não aceitam a agregação, apelarão à reflexão do Presidente da República sobre uma lei que “uma larga massa crítica – população, eleitos, locais, opinião pública – considera enfermar de profundas iniquidades”, refere Armando Vieira, presidente da ANAFRE.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

2 Responses to Autarca renúncia em protesto à agregação da freguesia

  1. Marc Raymond says:

    A idade média está bem viva em Portugal

  2. José Margarido says:

    Pois mas muita gente não sabe quando foi idade média!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: