Autarca de Pombal critica presidente da EDP e diz que ainda tem um terço da população sem luz

Narciso Mota O presidente  da Câmara Municipal de Pombal convida o ministro da Economia e o presidente da EDP a visitarem, de imediato, o concelho para verificarem que, após seis dias do temporal, ainda existem mais de 20 mil pessoas sem energia eléctrica.

“A realidade é sem dúvida outra, no terreno, junto das pessoas”, afirma o autarca social-democrata Narciso Mota, num comunicado emitido ao final da tarde e no qual critica as afirmações do presidente executivo da EDP, António Mexia, quando afirmou que “a falta de energia se verifica em percentagens totalmente residuais e em aldeias mais remotas”.

Para Narciso Mota, “é lamentável que o responsável máximo da EDP venha publicamente referir-se a áreas residuais, fazendo uso de percentagens, ignorando que estamos a falar de pessoas”.

“Não se trata só de aldeias remotas, estamos a falar também de sedes de freguesia que dispõem de escolas, centros de saúde, lares, estabelecimentos comerciais e industriais, farmácias, igrejas, correios, quarteis de bombeiros, bancos, restaurantes, dezenas e centenas de habitações”, frisa.

Considerando que “os pombalenses não são percentagens” e que não vai descansar “enquanto houver famílias e empresas sem fornecimento de energia eléctrica” no concelho, o autarca desmente, também, que haja meios do exército a abrir quaisquer caminhos e acessos a redes de Baixa ou Média Tensão.

“A intervenção do exército no nosso concelho, tem a ver com a cedência de geradores por parte das nossas Forças Armadas para alimentar a rede eléctrica nas áreas mais problemáticas, encontrando-se ainda alguns por instalar, hoje, dia 24 de Janeiro”, realça Narciso Mota, lamentando que “alguns privilegiados da nossa sociedade, a pretexto de um moderno critério de desenvolvimento, esquecem o povo anónimo que lhes proporciona vencimentos e prémios escandalosos, escudando-se numa evolução que, na prática não se verifica”.

 

 

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

One Response to Autarca de Pombal critica presidente da EDP e diz que ainda tem um terço da população sem luz

  1. jose alves lopes says:

    Au Presidente Narciso Mota.
    Obrigado PRESIDENTE por dizer bem da edp,
    O meu problema: Moro em França a mais de trinta anos por sinal tenho casa onde em tempos a edp construiu uma cabine em partes no meu terreno. Isto na rua Marques de Pombal sao Tiago de Litém (Arneiro do Pisao) a talvez tres meses, nâo sei como aconteceu, mas telefonaram para um irmâo meu que mora no Porto. Como foi que tiveram o telefone dele, nunca soube, disseram-lhe assim estamos aqui a porta para cortar a electricida, por falta de pagamento.
    O meu irmâo admirado, mas como eles deram o nome e o stio certo certo, respondeu é o meu irmâo, mas a edp faz-se pagar diretamente ao banco, nâo cortem porque hà um engano de certeza. depois telefonou-me a contar o sucedido, fiquei muito ademirado pensei que era uma farsa, mas logo a seguir telefonei para o bcp de Vermoil e disseram que nâo sabiam de nada, questionei o saldo da conta e havia ainda dinheiro nâo muito mas mais do que costumavam tirar, pelo sim pelo nâo logo reforcei a conta, nunca me passou pela ideia que tivessem cortado a luz,
    O problema é que agora com esta tempestade, fiz apelo a um trolha para ir arranjar a telha que tinha fujido com o vento, e este descubriu que mesmo jà com o restabelecimento de energia no local, nâo havia la luz. Indispensàvel para trabalhar. Ora vejam là que esses imcompetentes da edp, cortaram mesmo a luz, me pergunto para que serve a ordem de pagamento direto no banco, de quém é a culpa? como é que pode acontecer isso neste pais que se diz democràtico.
    Antigamente que havia pouca telefonia, conseguia-se telefonar a edp ou outros organismos, mas agora com estas tecnologias burucràticas, ninguem consegue telefonar, sao numero taxados ou nâo que vâo parar a uma màquina, e esses numeros nâo é possivel chamar do estrangeiro, mesmo em Pombal, impossivel de encontrar um numero para poder reclamar.
    Pagamos o a eletricidade todos os meses para nos servirmos poucas vezes no ano e mesmo assim fazem de nos câes, dà vontade de cortar mesmo os fios e comprar um gerador, talvez serà mais fiàvel.
    obrigado.
    jose alves lopes
    95 boulevard Emile Zola 78800 houilles france
    tel 0033139572226
    tlm 003361343582
    fax 0033139578312
    email :
    ourilhe@wanadoo.fr

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: