Despiste em Vieirinhos mata homem e deixa amigo em estado grave

Rui DiasRui Pedro Dias, de 39 anos de idade, residente na Gala (Figueira da Foz) morreu na noite de domingo na sequência do despiste de um automóvel na EN 109, na zona de Vieirinhos, freguesia do Carriço (Pombal). Do acidente resultou, ainda, um ferido grave transferido para os hospitais centrais de Coimbra.

O acidente ocorreu poucos minutos antes das 23 horas, tendo o automóvel entrado em despiste tendo embatido violentamente contra um muro, um poste de electricidade e um outro veículo que se encontrava estacionado.

Quando os bombeiros chegaram ao local encontraram “duas vítimas inconscientes e encarceradas” conta o segundo comandante dos Voluntários de Pombal, que fizeram deslocar ao local duas dezenas de operacionais, auxiliados por duas ambulâncias, uma viatura de desencarceramento e uma outra para limpeza de via.

Para o local foram accionadas, ainda, as Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) dos hospitais Distrital da Figueira da Foz e Santo André (Leiria).

Para facilitar as operações de socorro aquela estrada, que liga Leiria à Figueira da Foz, ficou cortada ao trânsito, em ambos os sentidos, durante mais de hora e meia.

Enquanto o ferido grave foi transferido, em estado grave, para os Hospitais da Universidade de Coimbra, Rui Pedro Clemente Silva Dias foi transportado para o Hospital Distrital da Figueira da Foz, tendo já entrado cadáver.

Ao que apurámos, a vítima mortal trabalhou durante alguns anos na Soporcel, para uma empresa subcontratada pela papeleira, mas terá ficado sem emprego recentemente.

Pai de dois filhos de tenra idade, residentes com a mãe, na zona de Pombal, onde possui um estabelecimento comercial no ramo das flores, Rui Dias estava nesta altura a pensar emigrar, muito provavelmente para Londres, uma vez que a situação em Portugal não está fácil para arranjar emprego, apurámos junto de um amigo da família.

A morte de Rui Pedro Dias apanhou de surpresa o presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro, local onde a família reside, que se confessou muito chocado. “O Rui era um filho da terra, muito bom rapaz, extremamente educado e filho de muito boa gente”, disse Carlos Simão.

Entretanto, durante o dia de ontem foram muitos os amigos que deixaram as suas mensagens de condolências na página pessoal da vítima no Facebook.

As causas do acidente encontram-se a ser investigadas pela Guarda Nacional Republicana.

Orlando Cardoso | Diário de Leiria | Diário de Coimbra

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: