Junta de Vermoil reúne população para reivindicar centro escolar

Ilidio MotaA Junta de Vermoil vai promover, no dia 20 de Abril, um encontro com a população com vista a debater o sector da educação e a necessidade de construção de um centro escolar na freguesia.

O presidente da autarquia, Ilídio Manuel da Mota, refere que, na sua “perspectiva” a construção de um centro escolar na freguesia “é um dos maiores desafios na nossa actualidade” por isso “necessitamos de toda a força para vencer e conseguir a sua construção junto do Município de Pombal e do Ministério da Educação”. “É uma obra estruturante e que pode fazer a diferença na sustentabilidade e no futuro da nossa freguesia”, afirma.

Ilídio da Mota considera que aquele pólo escolar está previsto na Carta Escolar do Concelho de Pombal, e que “segundo os planos deveria ter sido iniciado em 2012 e concluído em 2013” no entanto “tal não acontece”. Até porque, adianta, “a Carta Escolar foi pensada há mais de seis anos e o projecto da altura pouco tem a ver com a sua realidade actual”.

Num texto publicado no boletim da freguesia, o autarca social-democrata sublinha que “há quatro anos tínhamos 210 alunos nas escolas de Vermoil e agora temos 130”. “Sente-se a demografia a baixar, com a emigração e com a queda da taxa de natalidade”, frisa.

Contudo, Ilídio da Mota afirma que “apesar das boas condições das escolas e das taxas de ocupação serem razoáveis, os edifícios não apresentam as características de outros mais modernos e actuais”. Recorda que “quanto às taxas de ocupação, sendo razoáveis, obrigam a que numa mesma turma sejam leccionados anos diferentes”.

“Certamente que estes dois factores influenciam negativamente, ou pelo menos de maneira diferente, a educação das nossas crianças”, realça.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

One Response to Junta de Vermoil reúne população para reivindicar centro escolar

  1. mljoao says:

    Esta mensagem e para o senhor presidente da junta da freguesia de Vermoil!! Eu gostava de lhe perguntar se o dinheiro que vai gastar que pertence a freguesia se o podia aproveitar para melhorar outras necessidades para a freguesia! Você sabe que tem ai um lar em Vermoil mas só venecia dele quem e rico, lava as mãos e quem e só amiguinhos… o que acontece nem todos da terra tem a chance de la entrar dentro. E nos estamos a caminhar para a terceira idade e muitos de nos emigrantes queremos um dia voltara a nossa terra e depois sermos mandados para outras freguesias que nos vale a pena regressar a nossa terra se depois somos escorraçados da terra para outras terras!! Você ja devia se ter percebido que uma grande maioria dos habitantes de Vermoil estão espalhados por toda a parte porque não tem entrada no lar de Vermoil! E porque e como o governo da subsidio para quem vai para la de $200 ou mais ouros por mês então ai todos fechem os olhos para não dizerem a mais miguem e ninguém mais saber que o governo só ajuda uns e não outros com esse subsidio de 200 euros por mês só vai quem e escolhido para ir para la ou os mais bonitos.
    Gostava que o senhor presidente da Junta olhasse para esta situação e verificasse que os emigrantes um dia gostavam se serem estimados por igual nos não tivemos a culpa de sair de Portugal para melhorarmos as nossas vidas e porque a bem dizer nos mandaram embora dai.
    Gostava que o senhor aplicasse esse dinheiro e fizesse um lar publico para servir todos por igualdade e não só uns sei que você e muito novo e não penca no futuro ainda mas há muita gente a envelhecer mais do que aqueles que nascem e então porque fazer mais escolas onde tanta escola estão a fechar pelo pais fora e não fazer o que o povo mais necessita. Os nossos velhinhos querem o carinho da terra e não querem sair dai para fora para onde não conhecem as outras pessoas e ambientes muito diferentes ate morrem mais depressa com pena de serem expulsados da terra onde fizeram sempre a sua vida. Sinto muita pena mas o problema e que Vermoil sempre teve esse problema de os ricos só eles serem ouvidos e acolhidos os restantes não interessam a ninguém.
    A respeito da escola aqui no nosso País quando não há mais espaço na escola o governo manda escolas ambulantes e colocam ao lado da escola e as crianças la passam frio a nossa temperatura atinge os 30 graus negativos e o aquecimento não e dos melhores dentro e os alunos não morrem então porque não fazem ai em Portugal nas escolas secundarias também tem essas escolas ambulantes e os alunos não se sentem diferentes só ai em Portugal e que reina o luxo e assim se vê a situação do País na miséria. Veja la se faz alguma coisa para melhorar as situações da terra e mandar construir um lar publico para todos se os emigrantes regressarem a Portugal depois 65 anos melhorarão muita a terra e só vos não tiverem nada para nos oferecerem as pessoas ficam nos seus países que os acolheram e não regressam mais. Sei que muitos de vos não gostam de ouvir o que nos sentimos os emigrantes ou aquilo que nos dizemos e sabem porque porque nunca sofreram na vida e sempre tiveram tudo o que queriam nos aqui no estrangeiro sofremos muito e trabalhemos muito sabemos dar o valor a vida. Como vejo e me sinto que naos eou considerada por igualdade e desta maneira que falo. E pena!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: