Jurisdição do PS confirma António Pena como candidato em Pedrógão Grande

Antonio PenaA Comissão Nacional de Jurisdição do Partido Socialista (PS) confirma a candidatura de António da Silva Pena à presidência da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, depois de ter julgado improcedente um recurso apresentado pela candidatura protagonizada por Diogo Coelho, líder concelhio do partido.

A decisão daquele órgão nacional surge depois da Comissão Federativa de Jurisdição de Leiria já ter rejeitado, em finais de Janeiro, a impugnação da deliberação da Comissão Política de Federação de Leiria que avocou o processo de designação da candidatura do antigo vereador António Pena.

Aquela Comissão Nacional de Jurisdição considera que o impugnante, Nelson David Fernandes, “não só teve conhecimento da convocatória” para a reunião da Comissão Política Distrital em que foi abordada a avocação do processo eleitoral, “como esteve presente na reunião em causa, inclusive, durante a discussão do ponto da Ordem de Trabalhos que impugna, apenas se tendo ausentado no momento da votação desse ponto”.

“Esteve presente na reunião que impugna, não tendo contudo na mesma aduzido qualquer argumento que indicie a sua discordância quanto ao proposto pelo Secretariado da Federação”, referem os conselheiros, acrescentando que “bem andou a Comissão Federativa de Jurisdição ao rejeitar a impugnação”.

Desde o início do ano que o líder concelhio do PS de Pedrógão Grande tem anunciado ser ele o candidato à autarquia, tecendo fortes críticas ao presidente da Federação, João Paulo Pedrosa. Diogo Coelho chegou mesmo a acusar Pedrosa de o estar a perseguir e fazer “linchamento político” ameaçando-o com processo disciplinar e respectiva expulsão de militante.

“Em Política temos de falar verdade e saber dar o exemplo, por isso, repudiamos de forma expressa e inequívoca o despotismo, a arrogância e a ditadura política que está a ser imposta pelo presidente da Federação aos militantes e aos órgãos da Concelhia de Pedrógão Grande”, frisou Diogo Coelho numa conferência de imprensa.

Reafirmando-se como “único candidato” do PS à Câmara Municipal, Diogo Coelho considerou que a avocação da designação do candidato – António Silva Pena – por parte da Distrital “está ferida de ilegalidade e implica a lesão de interesses fundamentais” do partido, e adianta que ao existirem as duas candidaturas teriam de ser submetidas a eleições directas como determinam as regras e os estatutos.

O verniz entre Coelho e Pedrosa estalou em Abril de 2011 quando aquele ficou de fora da lista a deputados, enquanto líder distrital da Juventude Socialista. Na ocasião, o jovem acusou o presidente da Federação de ter um “comportamento anti-democrático e inadmissível” ao ignorar a decisão dos órgãos próprios da JS. Mais recentemente, para as eleições federativas, Coelho foi apoiante de Fernando Lopes, opositor de Pedrosa, que teve como delegado em Pedrógão Grande António da Silva Pena, que agora designa candidato à autarquia.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

One Response to Jurisdição do PS confirma António Pena como candidato em Pedrógão Grande

  1. AFONSO says:

    Dado esta noticia, fica notório que as politicas e Democracia dentro do Partido Socialista deixa me a pensar, que na boa verdade são bastante iguais e caminhos bem parecidos aos que no passado e presentes indícios de amizades partidárias dentro das massas. Esta é minha ideia retirada deste processo que desenrola algum tempo com seu fecho igualmente esperado, pelo facto de algum ajuste de contas e de opções politicas próprias e não a través de regulamentos subscritos nos estatutos do PS.
    Como não acho justo esta maneira de estar na politica e muito menos no Partido Socialista que achava uma alternativa governativa para Portugal, dai tiro a minha própria ilação pensamento pessoal, que com estas coisas de assalto ao poder a todo custo nada dignifica a Politica Portuguesa e nem os seu povo…Um PS=PSD na corrida desajustada na troca de cadeiras. Mas A Federação do PS de Leiria já muito nos Premeia com estas atitudes de escolhas com acentos estranhos, já assim foi com a não eleição de candidatura no circulo de Leiria do Deputado Osvaldo de Castro.
    NÃO ME RECONHEÇO NESTAS POLITICAS, POIS NÃO VISTO CAPA DE BOM ANFITRIÃO E TINHA DE DAR A MINHA OPINIÃO. Para esta estado de coisas melhor não cair o governo actual, não vai um gajo atrás de gente que nem governantes deveriam ser … mas eles lá andam para fotografia e bitaites no facebook. Vou enviar o meu cartão militante á nacional do partido com uma carta aberta, e só voltarei a ser militante , quando aquele senhor deixar de ser politico activo, odeio pagar impostos onde sustenta vencimentos de certa gente com inclinações para DITADURA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: