A Feira do Queijo Rabaçal é hoje uma marca num projecto intermunicipal

Paulo Tito MorgadoO actual presidente da associação de desenvolvimento Terras de Sicó não tem dúvidas que a organização regular da Feira do Queijo Rabaçal, que concentra actualmente na Exposicó toda a oferta de produtos do território, “ao longo destes 25 anos e a qualidade da sua oferta, projectou o certame fora de portas, sendo efectivamente uma marca conseguida num projecto intermunicipal”.

Paulo Tito Morgado, que é também autarca de Alvaiázere, considera que “hoje é indissociável falar de Queijo Rabaçal sem ter em conta a sua promoção institucional” quer pelo trabalho de certificação “num primeiro momento encetado pela ADSICÓ, quer mais tarde com o projecto Terras de Sicó onde todos nos revemos, instituições e produtores, nesse lema antigo: Um espaço de contiguidade física – um espaço de solidariedade activa”.

Após “25 anos de trabalho solidário” o edil considera que o projecto intermunicipal Terras de Sicó “tem vindo a consolidar-se”. “O modelo consolidou uma identidade territorial na forma de ‘sub-região’, uma atitude política que se afirma numa escala supra territorial e partidária, uma oferta técnica de intervenção de referência e de estudo, hoje desejável enquanto parceiro preferencial e uma aceitação convicta pelas populações enquanto entidade gestora de bens comuns e indutora da auto-estima dos cidadãos”, afirma.

Considerando que “o território mudou mais ou menos da mesma forma que mudou o país, tendo-se adaptado ao longo dos tempos às novas realidades”, Tito Morgado refere que “todas as dinâmicas, quer da criação de emprego, quer da gestão da economia local, foram sendo implementadas, adaptadas e monitorizadas em função dos regulamentos comunitários dos vários projectos a que fomos tendo acesso”. “O desenvolvimento rural é um processo contínuo que precisa sobretudo de tempo para maturação e é dinâmico no sentido de antecipar respostas às sucessivas dificuldades emergentes”, realça, frisando que “esse é o desafio. Esse é o acto político que permanentemente temos em mãos para cumprir”.

O autarca de Alvaiázere, que no ano transacto acolheu a Exposicó, não tem dúvidas que o “esforço de promoção dos produtos endógenos é complementar a um trabalho mais largo e abrangente, que se centra na criação de um produto turístico integrado de visitação do território”. Na sua opinião, “organizar a oferta é essencial”, daí que “trabalhamos não só a economia dos produtos, mas também a oferta do território na sua componente patrimonial (natural e construído)”, cruzando no território os “Caminhos de Fátima”, o “Caminho de Santiago” e o Villa Sicó, este última “numa recente oferta enquanto produto turístico relativo ao eixo da Romanização em Portugal”.

Quanto ao trabalho futuro da Terras de Sicó, Paulo Tito Morgado considera que o mesmo “dependerá sempre de novas ideias e de financiamento seguro”. “Independentemente da reorganização territorial nas novas comunidades intermunicipais, a Terras de Sicó deverá manter o seu trabalho de anos na proximidade com as populações, numa lógica de serviço público de ajuda aos mais fragilizados”, considera.

“Este trabalho assenta na consolidação de um pacto social de dinamização da pequena economia local neste território de baixa densidade demográfica”, sublinha, acrescentando que “este será o desafio e, cumprido, manterá a afirmação de uma sub-região, maciço de Sicó, território com história e prática activa num modelo de desenvolvimento rural que orgulha as nossas populações, instituições e, estou certo, valoriza o país”.
Centro de Interpretação Turística pode ser embrião de um geoparque

No momento em que a Juventude Social Democrata está a sensibilizar as câmaras municipais das Terras de Sicó para a importância do aproveitamento do património cultural e natural que é a Serra de Sicó, Paulo Tito Morgado considera que os parques naturais e os geoparques, “reconhecidos mundialmente como um modelo de intervenção no desenvolvimento das comunidades locais”, têm como “directório a valorização de um território associada à defesa e conservação do património natural, podendo, numa visão de valorização económica, desenvolver actividades e projectos enquanto produto turístico”.

A Terras de Sicó tem uma “perspectiva positiva sobre o assunto”, diz, referindo que, por exemplo, o projecto do Centro de Interpretação Turística e Museu do Sicó – CIMU SICÓ – desenvolvido pelo Município de Pombal, no quadro do Mais Centro, “poderá ser um embrião decisivo para, na antiga partilha de competências com os outros municípios associados, poder ser raiz da imaginação e concepção de um futuro geoparque no território”.

Para tal, Tito Morgado afirma que “nesta referência, o novo quadro comunitário e a soma política de vontades deverão ser decisivas, definindo uma estratégia sustentável”. “No futuro irei trabalhar nesse sentido”, frisa.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

One Response to A Feira do Queijo Rabaçal é hoje uma marca num projecto intermunicipal

  1. João Forte says:

    Mais um autarca com afirmações, perante a comunicação social, que o contradizem a ele próprio, em toda a linha a sua acção política no domínio territorial. E já agora que este autarca fala em geoparques, porque apenas agora ele diz que irá trabalhar nesse sentido? Digo isto porque, em Maio de 2007, a Câmara Municipal de Alvaiázere organizou (por minha iniciativa) um congresso que tinha como objectivo lançar precisamente as bases para um geoparque na região de Sicó. Em 2006, quando lhe apresentei a ideia, esta era uma má ideia e agora como por milagre tornou-se uma boa ideia? Este ano, de eleições, vai ser muito curioso de acompanhar na imprensa local, pois os discursos refinam-se…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: