António Zuzarte quer Figueiró “positivo e empreendedor”

Antonio ZuzarteO actual secretário da Junta de Freguesia de Aguda, António Zuzarte, é o candidato do CDS-PP à Câmara de Figueiró dos Vinhos, para que o concelho seja “positivo e empreendedor”.

O empresário, de 36 anos de idade e líder concelhio do CDS-PP, assume-se como o “rosto de um movimento de cidadãos que acreditam em Figueiró dos Vinhos, não querendo ser obrigados a emigrar”.

“Temos por base apresentar propostas positivas e alternativas através de um plano estratégico a dez anos, que aposta no nosso potencial humano e nos nossos recursos naturais” como “formação profissional com objectividade, envelhecimento activo, turismo sustentável, pequenos nichos de agricultura, florestas e cursos de água”, refere.

O candidato aponta o exemplo de “concelhos vizinhos” para lamentar a falta de um “plano estratégico” para o concelho. “Entre fazer cumprir um plano estratégico menos bom e não ter qualquer plano, escolhemos a primeira hipótese”, frisa.

O líder concelhio do CDS-PP espera contar com todos os figueiroenses que “como nós, não se enquadrem em nenhum dos actuais movimentos políticos locais”.

Zuzarte disputará as eleições de 29 de Setembro com o actual presidente da Câmara, Rui Silva (PSD) e com Jorge Abreu (PS).

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

2 Responses to António Zuzarte quer Figueiró “positivo e empreendedor”

  1. victorcamoezas@hotmail.com says:

    Este candidato apresenta um plano estratégico para 10 anos . Claro mais um aprendiz de politico , pq quer ser presidente em 2 mandatos e meio . ENFIM ASSIM VAI O PAÍS

    • mendes conceição says:

      António Zuzarte sendo um jovem político, tem provas dadas, quer ao nível ideológico quer ao nível de projetos apresentados, há anos, para o Concelho, e que foram absorvidos e concretizados pelo poder político da altura, o que prova a validade dos mesmos. O que se passa, há décadas, neste Concelho é que são sempre os mesmos a integrar as listas dos partidos, vedando a oportunidade a jovens cidadãos com formação pessoal, técnica, ideológica e laboral, que podiam ser uma mais valia para o Concelho. O que está na moda, é recrutar para os partidos, pessoas da Vila cuja única experiência é colar cartazes e andar nos corredores do partido e que nunca trabalharam por conta d´outrém. Também o que está na moda neste país é a profliferação de pseudointlectuais que se digam opinar sobre temas, áreas e até profissisões sem conhecimentos de causa e de vivência das mesmas. Mas fica bem “mandar uns bitaites”. Por outro lado, a nossa cultura mesquinha presta-se a muita coisa e por isso é que o nosso Concelho está como está e o pais está na situação que conhecemos, pela comunicação social. Agora, se este jovem fosse da Vila, era lhe dada a devida atenção.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: