Autarquias realçam papel dos conselhos de juventude

jovensAlgumas autarquias do Norte do distrito de Leiria reconhecem a importância dos conselhos municipais da juventude mas estão divididas quanto à sua implementação. A resposta é dada a um grupo de deputados, onde se inclui o social-democrata Pedro Pimpão, eleito por Leiria, que questionam sobre a situação actual relativa à instituição daqueles órgãos.

O vereador da Câmara de Pombal, Fernando Parreira, considera que o Conselho Municipal da Juventude (CMJ) reuniu, pela primeira vez, em 30 de Novembro de 2012, estando a autarquia “consciente da importância do incentivo à participação dos jovens na comunidade local, não só para o desenvolvimento cívico e pessoal dos jovens, mas também para melhorar as perspectivas de desenvolvimento do território local”.

Apesar de estar os “primeiros passos”, o CMJ “revelou ser um órgão de uma importância vital para a implementação de projectos a nível concelhio” até porque “os elementos que constituem este órgão consultivo mostraram-se participativos, empenhados e apresentaram propostas de implementação viável”, adianta.

Em Castanheira de Pera, o CMJ não foi constituído “atendendo às dúvidas sobre a sua constitucionalidade” veiculadas pela Associação Nacional de Municípios pelo que a situação está em “estudo face às alterações legislativas”, refere a autarquia presidida pelo socialista Fernando Lopes.

No concelho vizinho de Pedrógão Grande, o vereador Carlos David realça que a JSD e a JS “possuem na Assembleia Municipal representantes” onde “podem apresentar propostas, recomendações, preocupações e intenções” encontrando no executivo “um parceiro sempre disponível para acarinhar e desenvolver os projectos apresentados”. Contudo, a autarquia está a promover a constituição do CMJ para “breve prazo”.

Em Alvaiázere, o executivo presidido por Tito Morgado, reconhecendo a importância do CMJ enquanto órgão de fomento do envolvimento dos jovens na sociedade em geral, e na actividade cívica concelhia” está a preparar uma proposta de regulamento.

As câmaras de Ansião e Figueiró dos Vinhos ainda não responderam ao requerimento dirigido pelos deputados.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: