Pinhal do Interior Norte mostra obras para atrair visitantes de fim-de-semana

CIMPIN Castanheira PeraO presidente da Comunidade Intermunicipal do Pinhal Interior Norte (CIMPIN), João Marques, sublinhou a importância do “Roteiro Mais Centro” para atrair visitantes e turistas ao território. O documento foi apresentado em Castanheira de Pera, pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Pedro Saraiva, e faz parte de uma colecção de 12 que serão editados.

Para João Marques, também autarca de Pedrógão Grande, trata-se de uma “amostra daquilo que foi feito” nos 14 municípios do Pinhal Interior Norte (PIN), apoiado pelo Programa Operacional “Mais Centro” do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), desde 2007. “É um roteiro visitável e turístico de toda uma região com enormes potencialidades”, disse.

Segundo Pedro Saraiva, o documento pretende “prestar contas” sobre como foram aplicados e geridos os fundos comunitários destinados ao desenvolvimento da região Centro. No entanto, refere que os projectos apresentados “representam apenas algumas das suas áreas intervenções”, já que o “Mais Centro” apoiou muito mais para “tornar a região mais sustentável, mais coesa e mais competitiva”.

Pedro Saraiva aproveitou para referir que o “Mais Centro” já apoiou na sub-região do Pinhal Interior Norte cerca de 200 projectos, que representam cerca de 745 euros por habitante, tendo em toda a região apoiado 3.889 projectos, num investimento total de 2,6 mil milhões de euros, com uma comparticipação dos fundos comunitários de cerca de 1,69 mil milhões de euros.

O presidente da CCDRC enalteceu o papel que as autarquias têm tido na apresentação de candidaturas e que registam uma “taxa de execução fantástica”.

Embora considere que “não há muito mais para aprovar” no “Mais Centro”, Pedro Saraiva apelou aos empreendedores do Interior Norte a candidatarem-se ao programa Valorizar, já que “está longe de esgotar os fundos”, para além de “existir numa mancha do território com muitos concelhos sem uma única candidatura aprovada”.

O roteiro, que propõe um programa turístico de dois dias para que as famílias possam visitar e conhecer melhor o Pinhal Interior Norte, foi apresentado no âmbito da realização de um sobre “Empreender no Sector Primário”, organizado no âmbito do projecto de apoio ao Empreendedorismo de Base Local da CIMPIN.

O evento, especialmente focalizado nos potenciais empreendedores do território, contou com a participação de um conjunto de oradores, que abordaram temas como: “Agricultura Biológica” (Alexandra Melro), “Micologia” (Ricardo Torres, Grupo Catarino), “Apicultura” (Domingos Alves) e “Ervas Aromáticas e Chás” (Ana Gonçalves).

Portal do investidor

A CIMPIN apresentou a plataforma informática de apoio ao investidor, designada por “PINegócios”, que surge como uma “ferramenta indispensável a quem queira investir” naquele território.

“Trata-se de uma página na internet que informa os investidores dos espaços de localização empresarial e das condições dos municípios, desde taxas e impostos até aos apoios e incentivos”, explicou o presidente da CIMPIN, João Marques.

Financiado pelo “Mais Centro” o site teve um custo superior a 327 mil euros, financiado com 278 mil.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: