Confraria do Bodo desafiada a inventariar gastronomia local

Confraria BodoO presidente da Assembleia Municipal de Pombal, José Grilo, desafiou, no sábado, a Confraria do Bodo a inventariar a gastronomia local, baseada numa dieta mediterrânica. O médico aproveitou a realização do VIII Capítulo daquela organização para alertar sobre os perigos de excesso de sal na alimentação dos portugueses.

Perante a presença de mais de uma centena de confrades, representativa de 35 confrarias, a Confraria do Bodo entronizou três novos elementos – Luís António Silva, Nelson Alves e Sérgio Gomes – e distinguiu o seu fundador, Coronel Ferreira da Silva, com o título de Confrade Honorário, assim como a Filarmónica Artística Pombalense, com o título de Confrade de Mérito.

Na sua intervenção, o mordomo-mor justificou aquelas distinções como forma de reconhecer os “serviços relevantes” prestados à Confraria, bem como por “afirmarem e dignificarem Pombal”.

Referindo-se aos principais objectivos da confraria: “a defesa e divulgação das Festas do Bodo, pela sua tradicionalidade e capacidade de juntar os pombalenses” juntamente com o “rico património cultural, ambiental e gastronómico e com os produtos endógenos do concelho”, Joaquim Pimentel considerou que o “confortável número de presenças” de confrades de todo o país em Pombal, “atesta de forma significativa a saudável dinâmica da confraria”.

Destacou, ainda, a “dieta” de um concelho com “fortes tradições rurais” que iria integrar o almoço (sopa à lavrador e assado no forno de galo e cabrito oriundos da Serra de Sicó), que “se insere num contexto mais vasto da dieta mediterrânica”.

Um mote que fez com que José Grilo Gonçalves tivesse dedicado a sua intervenção aos “valores saudáveis da dieta mediterrânica”. O médico neurologista enalteceu a “riqueza dos sabores que a natureza nos oferece” e que “podemos condimentar a nossa alimentação”, como é o caso das ervas aromáticas da Serra de Sicó.

O presidente da Assembleia Municipal sublinhou a importância das ervas de Sicó do ponto de vista medicinal, fazendo referência a uma tese de doutoramento sobre a temática, de autoria de Carmo Lopes. Contudo, o autarca alertou para os perigos de algumas ervas quando associadas a alguns medicamentos.

José Grilo Gonçalves aproveitou, também, para alertar os confrades, representativos das várias confrarias gastronómicas do país, sobre o consumo excessivo de sal na alimentação, designadamente como causa dos acidentes cerebrovascular.

A sessão comemorativa do VIII Capítulo da Confraria do Bodo contou, ainda, com a presença de Olga Cavaleiro, presidente da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: