ETP Sicó investe 600 mil euros em “instalações de excelência”

inaug ampliação ETP SicoA Escola Tecnológica e Profissional de Sicó (ETP Sicó) inaugurou ontem em Avelar (Ansião) novas instalações num investimento a rondar os 600 mil euros. Na sessão solene, que assinalou o início do novo ano lectivo, o director-geral da escola, Ilídio Baptista, referiu que com aquela ampliação do edifício sede a instituição passa a dispor de “condições de excelência”.

A ampliação, que contempla novas salas de aula, laboratórios, oficinas, mini-auditório e gabinetes de trabalho, consistiu no aproveitamento das antigas instalações de uma unidade industrial na área das confecções, com cerca de 1500 metros quadrados,adquiridas pela entidade proprietária da ETP Sicó.

Segundo Ilídio Baptista, a escola passa a dispor “instalações suficientes”, constituídos por três edifícios contíguos, agora todos interligados entre si, fechando, assim, um “ciclo de 15 anos de sucessivos investimentos na melhoria das instalações”.

Para além das condições físicas, Ilídio Baptista enalteceu o “projecto educativo e formativo” da EPS Sicó “consolidado ao longo dos seus 22 anos”. Contudo, “a verdadeira excelência são as pessoas, sobretudo os seus alunos”, frisou, realçando o elevado grau de empregabilidade dos formandos após a conclusão dos seus cursos.

E foram os alunos que a escola também distinguiu ontem ao reconhecer-lhes o “mérito e a competência”, ao atribuir aos melhores de cada curso medalhas e diplomas. Uma atitude a que se associou o Município de Ansião a atribuir aos melhores alunos de cada um dos seus três anos um prémio pecuniário no valor de 150 euros, com um bónus de 50 euros, ao melhor dos três melhores.

“Um momento de reconhecer o trabalho daqueles que se empenharam ao longo do ano lectivo anterior”, referiu Rui Rocha, presidente da Câmara de Ansião e também do conselho de administração da Sicó Formação, entidade proprietária da escola, detida na sua maioria pelos municípios de Ansião, Alvaiázere e Penela.

Ao contrário do que fez Ilídio Baptista, que evitou falar dos “constrangimentos que afecta o funcionamento da escola”, o autarca referiu-se aos regulamentos, medidas e acções que são impostas ao nível da tutela e que “nos dificulta o seu acompanhamento” com vista a afirmar a “marca ETP Sicó no contexto regional e nacional”.

Rui Rocha aproveitou, ainda, para realçar a importância do ensino profissional na qualificação e formação dos jovens, considerando tratar-se de uma “grande oportunidade para a qualificação profissional dos jovens”.

No entender do autarca, frequentar uma escola profissional “não é desprestigiante”, devendo, isso sim, “ser encarado como uma opção de futuro”.

 

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: