Secretário de Estado diz que Pombal “é um dos que vai puxar pelo país”

Feira Artesanato PombalO secretário de Estado da Administração Local considerou, sexta-feira, Pombal como “um município com futuro e um daqueles que vai puxar pelo país”. Leitão Amaro presidiu à inauguração da 20ª Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas e não poupou os elogios à gestão autárquica de Narciso Mota, que agora termina.

Depois de ter visitado, um por um, os cerca de 160 artesãos, o governante sublinhou o “trajecto” que aquela “terra percorreu nos últimos 20 anos”, sob a presidência do social-democrata Narciso Mota. Na sua opinião, “o Governo tem a obrigação” de lhe reconhecer o trabalho.

Para Leitão Amaro, o ainda presidente da Câmara, “deu a sua vida, porque 20 anos são uma vida, a esta terra e quando um homem dá a sua vida a uma comunidade merece um reconhecimento”. Depois, o secretário de Estado que tutela as autarquias, considerou Narciso Mota como “um exemplo dos grandes autarcas deste país”.

Por sua vez, o edil destacou os 20 anos consecutivos daquela Feira Nacional de Artesanato, considerado como um dos certames de referência a nível nacional. Um evento organizado pela Câmara Municipal em conjunto com a Associação de Desenvolvimento e Iniciativas Locais de Pombal (Adilpom) e apoiadas pelo Crédito Agrícola e Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Deixou, ainda, um “profundo reconhecimento” a Nelson Lobo Rocha, o munícipe que doou ao Município a sua colecção particular de peças de artesanato, proporcionando a criação daquele que é hoje o Museu de Arte Popular Portuguesa de Pombal.

Narciso Mota aproveitou o momento para deixar alguns “desabafos” quanto à situação política no país e à gestão governamental, designadamente à ausência de “legislação prática e desburocratizante”. Aproveitou, ainda, para enaltecer as “características, carácter e honestidade” do seu sucessor, Diogo Mateus.

Tendo como palco o centro de exposições (Expocentro), a feira reuniu 160 artesãos exclusivamente nacionais, representativos das mais diversas regiões do país. Quatro dezenas são oriundas do próprio concelho.

Os sabores e as tradições gastronómicas do concelho estiveram representados nas 14 tasquinhas exploradas por instituições e colectividades das diversas freguesias, que vêm naquela iniciativa uma importante fonte de receita para as suas actividades.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: