Autarca de Vermoil quer ver a Câmara a atenuar assimetrias entre freguesias

tomada posse VermoilO presidente da Junta de Vermoil quer ver a Câmara de Pombal a dar mais atenção às “freguesias financeiramente mais desfavorecidas” e assim “atenuar as assimetrias” entre as autarquias no concelho. No seu discurso de tomada de posse, segunda-feira à noite, Ilídio da Mota, afirmou que “se verificam assimetrias financeiras graves entre as freguesias no concelho”.

“Temos várias freguesias pobres, como a nossa, e do por outro lado, vêm-se freguesias que têm rendimentos com pedreiras, antenas de comunicações e de energia eólica, na ordem de largas dezenas de milhares de euros”, disse, adiantando que a Câmara “pouco tem feito para atenuar estas assimetrias”.

“Com a agravante, no caso da nossa freguesia, onde têm sido explorados milhões de metros cúbicos de água para diversas freguesias sem qualquer compensação financeira”, disse, realçando que “ainda por cima, temos metade da população sem água de rede pública”.

Ao iniciar o seu terceiro mandato como presidente da Junta, Ilídio da Mota, recordou o “muito que foi feito e realizado” nos últimos oito anos em Vermoil. “Muito se fez mesmo em tempo de crise”, disse.

Por outro lado, depois de destacar o perfil dos elementos do seu executivo – Carlos Santos (secretário) e Eugénia Mendes (tesoureira), o autarca social-democrata referiu-se ao presidente cessante da Câmara Municipal. “Foi uma experiência muito enriquecedora e muito frutífera trabalhar com o engenheiro narciso Mota, com ele muito aprendi”, frisou.

Quanto ao futuro, Ilídio da Mota deixou ao novo líder do executivo municipal, Diogo Mateus, “algumas matérias prioritárias” para a freguesia, designadamente a construção de um centro escolar, a requalificação da Fonte da Saúde e o apoio necessário para ser criada uma Unidade de Saúde Familiar, entre outros.

O autarca garante continuar a “liderar os destinos” da freguesia de Vermoil com “o espírito de trabalho de equipa, com espírito de missão, com empenho e motivação, sempre auscultando a opinião da população, das associações, das Assembleia de Freguesia e demais entidades para que tenha a real sensibilidade das necessidades da freguesia e de forma a lhes dar resolução.”

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: