Rua Aristides de Sousa Mendes inaugurada no Dia Mundial da Paz

Aristides Sousa MendesO Município de Pombal vai homenagear Aristides de Sousa Mendes ao atribuir o seu nome a uma das ruas da cidade, por proposta da Junta de Freguesia. A inauguração da nova toponímia está agendada para a tarde do dia 1 de Janeiro, Dia Mundial da Paz, e contará com a presença de netos do homenageado e de dirigentes da Fundação Aristides de Sousa Mendes.

O presidente da Câmara Municipal, Diogo Mateus, realça o facto de aquela homenagem acontecer no Dia Mundial da Paz. A nova toponímia irá substituir a actual Rua da Piscina, situada na periferia do centro da cidade, junto ao Jardim do Vale.

A atribuição do nome de Aristides de Sousa Mendes à Rua da Piscina foi aprovada, há cerca de três anos, pela Assembleia de Freguesia de Pombal, por proposta do então eleito pelo Partido Socialista, João Melo Alvim.

“A espera de três anos valeu a pena”, diz o ex-autarca, não escondendo a sua “satisfação por ter ajudado a uma homenagem mais que merecida.”

“Finalmente a Comissão de Toponímia deu luz verde ao executivo para concretizar a proposta que eu formalizei e que foi aprovada por unanimidade pela Assembleia de Freguesia e apoiada pela Junta”, refere, acrescentando que “Pombal ganha com este perpetuar de memória.”

Aristides de Sousa Mendes foi um Diplomata português que durante a II Guerra Mundial salvou mais de 30.000 vidas da perseguição Nazi, em 1940, no que é considerado como a maior acção de salvamento empreendida por uma pessoa individual.

Sousa Mendes nasceu a 19 de Julho de 1885 em Cabanas de Viriato (Carregal do Sal). Viria a falecer em Abril de 1954. Pertencia a uma família aristocrática e católica da Beira-Alta. O pai, José de Sousa Mendes, terminou a carreira de juiz no Tribunal da Relação de Coimbra. A mãe, Maria Angelina do Amaral e Abranches, também da região, descendia da “Casa de Midões”, uma Casa com tradições “Liberais”. Aristides tinha um irmão gémeo, César, e um irmão mais novo, José Paulo.

Aristides cursou Direito na Universidade de Coimbra, juntamente com seu irmão César, tendo sido um dos seis melhores estudantes do seu curso.

Em 1910, ainda durante a monarquia, Aristides e César ingressaram na Carreira Diplomática.

Na Segunda Guerra Mundial, Sousa Mendes desafiou ordens expressas do seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Oliveira Salazar, e durante cinco dias concedeu indiscriminadamente vistos de entrada em Portugal a refugiados de todas as nacionalidades que desejavam fugir da França em 1940.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: