Pombal capta atenção de novos investidores

Assemb Mun PombalUma empresa do Uruguai, com uma experiência de 25 anos na produção de software, está com os olhos postos em Pombal para, a partir daí, explorar o mercado europeu. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal, segunda-feira à noite, durante a sessão da Assembleia Municipal.

Diogo Mateus disse à Assembleia que a referida empresa já “manifestou interesse em se fixar em Pombal” e que se trata de uma investimento que irá criar postos de trabalho de “grau académico superior e especializado”.

Por outro lado, o autarca social-democrata disse, também, que o município está em “fase de conversa” com outros investidores interessados em instalarem-se no concelho.

No final dos trabalhos, Diogo Mateus confirmou aos jornalistas que a autarquia tem “recebido e procurado vários investimentos em diversas áreas” reconhecendo, no entanto, que “são negociações que às vezes não são tão rápidas como gostaríamos”.

“Mas seja como for, temos nesta altura contactos com várias empresas em áreas diferentes para se fixarem nos vários parques industriais, e em alguns casos, fora deles”, disse, referindo-se às freguesias do Louriçal, Guia e Pombal.

Para o autarca, trata-se de um “sinal” e de um “resultado” do “esforço que temos feito sob o ponto de vista de criação das condições” para a fixação de empresas no concelho, como também, da “abertura que temos manifestado no acolhimento dos investimentos”.

Sem querer avançar com informações mais concretas, Diogo Mateus avançou que “poderemos estar a falar de investimentos globais na ordem dos 50 milhões de euros sem qualquer tipo de restrições”. Já quanto a postos de trabalho a criar, o autarca refere não possuir elementos para os poder quantificar.

“Mas o mais importante que a quantidade é termos aqui uma graduação de qualidade diferente”, destacando o recrutamento de “profissionais de formação superior” sobretudo na área das novas tecnologias e do sector agro-alimentar.

O presidente da Câmara prevê que um dos investimentos previstos venha a ter desenvolvimentos “em meados de Fevereiro” enquanto terão de aguardar, também, pelo processo de revisão do Plano Director Municipal (PDM), actualmente em fase de consulta pública.

Aliás, o autarca destaca a “participação bastante robusta” que tem tido aquele processo de consulta pública, que já registou, em poucos dias, o contacto de cerca de 130 cidadãos com 37 participações registadas, 11 das quais através do sítio do município na Internet.

Para tal, Diogo Mateus sublinha o facto de a autarquia ter disponibilizado os “meios informativos e de acesso que viabilizem ao maior número de pessoas aceder ao documento, conhecer o documento e participar na sua discussão”. O desejo do autarca é levar a versão final do PDM à sessão ordinária da Assembleia Municipal de Fevereiro próximo.

Na segunda-feira à noite e após cerca de quatro horas de trabalhos, a Assembleia Municipal aprovou, com a abstenção dos eleitos pelo Partido Socialista, os documentos previsionais para o próximo ano, com destaque para o Orçamento de cerca de 49 milhões de euros.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: