Câmara de Pombal altera benefício na factura electrónica

factura-electronicaA Câmara de Pombal vai reduzir o benefício a conceder aos clientes por contrapartida da sua adesão à factura electrónica de 50 para 35 cêntimos por documento. A alteração visa, essencialmente, equilibrar a medida com os respectivos custos.

Aquele benefício foi aprovado em Agosto de 2007 e teve como objectivo que um maior número de clientes aderisse à factura electrónica referente ao consumo de água, taxas de saneamento e de recolha de resíduos sólidos urbanos. Na ocasião o valor foi estabelecido tendo em conta os custos que o município tinha na emissão dos documentos mensais.

Contudo, a autarquia tem vindo a fazer esforços no sentido de reduzir, gradualmente, aqueles custos, sendo os mesmos actualmente de cerca de 35 cêntimos por cada factura emitida.

Daí que a alteração aprovada por unanimidade na reunião do executivo realizada na passada sexta-feira visa repor o equilíbrio entre o custo suportado com a emissão e expedição de cada factura por correio postal e o benefício que é concedido ao cliente que opte pela recepção por via electrónica.

O presidente da Câmara Municipal, Diogo Mateus, deixou a garantia que não é pretensão do município fazer qualquer alteração no tarifário em vigor, mas sim fazer, anualmente, uma análise daquele benefício concedido aos clientes de facturação electrónica.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: