Câmara prevê instalar jovens lojistas na zona histórica da cidade em Maio

porta abertaA Câmara de Pombal espera abrir as primeiras lojas de jovens empreendedores na zona histórica da cidade no início de Maio. As candidaturas ao programa “Porta Aberta” irão decorrer a 17 a 31 de Março, depois do executivo ter aprovado a comissão do júri que irá seleccionar os projectos que deverão ocupar as quatro lojas já identificadas.

Com o programa de incentivo ao arrendamento comercial a jovens na zona histórica da cidade de Pombal, a autarquia pretende, essencialmente, atrair jovens empreendedores e dinamizar o núcleo urbano, impulsionando a actividade comercial.

Depois do respectivo regulamento ter sido aprovado pela Assembleia Municipal, a Câmara, na sua reunião de ontem, sexta-feira, deliberou aprovar as minutas de contrato de arrendamento e de protocolo de cedência de uso dos espaços comerciais.

Segundo Ana Gonçalves, vereadora do pelouro do Comércio, Empreendedorismo e Indústria, numa primeira fase estão identificados, quatro espaços, situados na Rua Miguel Bombarda, Largo das Almas e Rua Capitão Tavares Dias, em pleno núcleo histórico, que a autarquia irá arrendar aos seus respectivos proprietários ao preço de cinco euros o metro quadrado.

Aquelas lojas, com áreas que variam entre os 45 e os 85 metros quadrados, serão depois subarrendadas aos jovens que, no âmbito do respectivo regulamento, pretendam abrir o seu espaço de venda, podendo as lojas serem partilhadas por mais que um empreendedor.

Para o efeito, os projectos candidatados serão avaliados por um júri, presidido por aquela vereadora e que integra, também, o vereador do pelouro da Juventude, António Pires, a directora do Departamento Municipal de Finanças do Município que detém a Unidade de Apoio ao Desenvolvimento, Lídia Sacramento, o presidente da Associação Comercial e de Serviços de Pombal, Horácio Mota, e a directora de serviços da Associação de Desenvolvimento e Iniciativas Locais de Pombal, Ana Fernandes.

A autarquia cederá o espaço mediante o pagamento de 5,50 euros por metro quadrado, que inclui o valor devido a título de tarifas fixas e variáveis de consumo de água, tratamento de águas residuais e de resíduos.

A autarquia isentará os jovens lojistas do pagamento de taxas relativas à emissão de horário de funcionamento e da emissão de declaração prévia de instalação.

Por sua vez, os custos inerentes ao funcionamento do espaço serão repartidos e suportados, proporcionalmente pelos empreendedores, como é o caso de electricidade, telefone e serviços de limpeza.

A autarquia disponibilizará, ainda, uma estrutura publicitária na cidade (mupi) pelo período de um ano para promoção do negócio.

 

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: