Mais de 60% dos alunos do 1º ciclo de Pombal com “peso apropriado”

balança amigaSessenta e três por cento dos alunos do 1.º ciclo dos agrupamentos de escolas Gualdim Pais e Pombal, neste concelho, têm “peso apropriado”, revela um estudo desenvolvido pela delegação local da Cruz Vermelha Portuguesa.

O estudo, que resulta do projeto “Balança amiga” para sinalizar as crianças em risco e fazer o seu acompanhamento gratuito em consulta de nutrição naquela delegação, conclui que 925 alunos de um total de 1.480 – 89% dos alunos inscritos – têm um “peso apropriado à sua altura e idade”, correspondendo a 63% da amostra.

“Os restantes 555 alunos têm um peso desadequado, sendo que seis têm um peso insuficiente, 251 têm excesso de peso e 298 foram considerados obesos – 0,40%, 17% e 20% da amostra, respetivamente”, refere o documento, que incidiu sobre crianças entre os 06 e os 12 anos.

As medições – peso e altura – dos alunos, de 26 escolas do 1.º ciclo dos dois agrupamentos de Pombal, distrito de Leiria, foram realizadas entre 27 de janeiro e 11 de fevereiro, com consentimento dos encarregados de educação.

Quanto à influência do sexo no estado nutricional, o trabalho nota que os rapazes reúnem o maior número de casos de obesidade: “Dos 298 alunos considerados obesos através deste método de avaliação, 171 eram do sexo masculino”.

O mesmo sucede nos casos de excesso de peso: “Dos 251, 128 aconteceram em participantes do género masculino”.

Adiantando que “o sexo feminino apresenta um melhor perfil nutricional em relação aos participantes do sexo oposto”, os autores – Jorge Ferreira, nutricionista e presidente da comissão administrativa da Delegação de Pombal da Cruz Vermelha, e a estagiária Carolina Marques – determinaram ainda não existir “uma relação significativa entre o estado nutricional e o tipo de região de origem dos participantes (urbana ou rural)”.

O estudo sustenta que os resultados “não estão de acordo com estudos anteriores sobre a população portuguesa, que apontam para que 30% das crianças tenha excesso de peso e 11% sofra de obesidade”.

“(…) A prevalência do excesso de peso entre as crianças do concelho de Pombal é menor que o previsto, ao passo que a obesidade tem uma maior expressão nesta população do que na população contemplada pelos outros estudos”, adiantam os autores, salientando, contudo, que “a prevalência de excesso de peso e de obesidade entre as crianças do concelho de Pombal atinge valores preocupantes, estando de acordo com a tendência a nível mundial”.

À agência Lusa, Jorge Ferreira adiantou que o objetivo da iniciativa é “sensibilizar os pais para a prática de uma alimentação equilibrada no que se refere à prática do pequeno-almoço, à ingestão de sopa e à confeção de refeições com alimentos com baixa densidade energética”.

Por outro lado, o nutricionista destacou o papel das escolas: “Nestes locais, é possível criar um ambiente em que predominem os hábitos saudáveis de alimentação e exercício físico, que podem ser posteriormente instituídos no ambiente familiar e ter algum impacto na sua saúde no futuro”, sustentou.

O documento vai ser apresentado no Teatro Cine de Pombal, na sexta-feira à noite, à população, mas particularmente aos encarregados de educação – que já receberam por carta fechada o estado nutricional dos seus educandos e sugestão, nos casos devidos, de iniciativas para o melhorar e eventual acompanhamento nutricional.

Anúncios

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: