Autarquia de Pombal “abre apetite” às empresas para negociarem com América Latina

seminario America LatinaPerto de uma centena de empresários do concelho de Pombal foram desafiados, na terça-feira ao final da tarde, a internacionalizar os seus negócios para a América Latina. A iniciativa partiu da Câmara Municipal, que conjuntamente com a Associação de Desenvolvimento e Iniciativas Locais (Adilpom) e do Instituto para o Desenvolvimento da América Latina (IPDAL), pretendeu apresentar os mercados da América Latina com maior potencial para as empresas.

Como afirmou Paulo Neves, director do IPDAL, o evento pretendeu “abrir o apetite” aos empresários pombalenses para as “boas oportunidades de negócios” que existem nos países da América Latina, sobretudo nos de média dimensão.

Alertando os empresários para que “não vejam a internacionalização como a solução para todos os problemas”, aquele responsável considerou, no entanto, que “é preciso cautela”, “ter consciência” e “encontrar os parceiros certos”. Uma opinião partilhada por Gonçalo Gaspar, da Caixa Geral de Depósitos que apoiou o evento.

Paulo Neves apontou a Colômbia e o Paraguai como dois países com boas oportunidades de negócios, até devido ao “extraordinário crescimento da classe média” que actualmente registam, para além de “Portugal ter um bom nome” e “estar na moda”. Contudo, “há oportunidades de negócios em todos os países da América Latina”, adiantou.

Uma opinião corroborada por Ana Isabel Rodriguez, ministra conselheira da Embaixada do Paraguai. A diplomata realçou o facto de o seu país ter uma “população jovem com muito interesse em aprender e trabalhar” e de o Paraguai “ter de se fortalecer em infra-estruturas” daí que “juntos podemos fazer muito”.

Também Raúl Pinto, empresário do Paraguai, sublinhou a importância de parcerias com empresas portuguesas, até tendo em conta o “know-how das empresas portuguesas” e a “facilidade no idioma”. Na sua opinião, “Portugal é muito importante para o Paraguai” e “a abertura dos empresários de lá participam muito as relações comerciais”.

Para o presidente da Câmara Municipal, a iniciativa pretendeu, essencialmente, transmitir aos empresários que “há interlocutores que sabem bem do que falam” e que “são parceiros que devem auxiliar a internacionalização das empresas”.

Segundo a autarquia, o evento correspondeu às “linhas de acção de apoio e promoção do sector produtivo concelhio nos seus mais diversos níveis e sectores de actividade que o município instituiu como uma das suas prioridades, assumindo particular relevância o apoio às empresas pombalenses na procura de novos mercados”, nomeadamente os “extracomunitários que possam alavancar um crescimento sustentado das variadas produções de bens e serviços”.

 

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: