Autarca teme pela “penúria hídrica” na Mata do Urso

conduta Aguas do MondegoO presidente da União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca (Pombal) considera que a captação de água na Mata Nacional do Urso, pela empresa Águas do Mondego, é um “atentado à estabilidade futura dos recursos hídricos locais” podendo colocar os habitantes em “penúria hídrica”.

Manuel Carreira Serra, eleito pelo PSD, refere-se em comunicado às “captações de volumes brutais, vistas as dimensões das condutas, de 700 milímetros de diâmetro, para conduzirem água para o concelho de Leiria” por parte daquela concessionária. Obras realizadas “sem qualquer supervisão, intervenção ou regulação do Município de Pombal”, e em “concorrência” ao investimento realizado pelo município na captação de água no mesmo aquífero para abastecimento de todo o concelho, levando ao encerramento de mais de duas dezenas de pequenas captações de água.

No documento, Manuel Carreira Serra revela a “enorme preocupação sobre o futuro” bem como a “indignação pela exploração selvagem, e revolta pela sobranceria com que somos desconsiderados numa actividade que pode ter enormes consequências locais”.

Considerando que se trata de uma “afronta às populações locais”, o autarca garante que “a população fará ouvir a sua voz em todo o lado aonde ela possa travar a exploração desenfreada que se vislumbra para breve”.

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: