JSD e JS saúdam mas disputam “louros” quanto ao horário da biblioteca municipal

biblioteca PombalA Juventude Social Democrata (JSD) e a Juventude Socialista (JS) saúdam a decisão da Câmara de Pombal em alargar o horário de funcionamento da Biblioteca Municipal durante a época de exames. No entanto, as duas estruturas jovens partidárias reivindicam os “louros” da iniciativa e trocam acusações em comunicados.

Segundo a autarquia, a Biblioteca está a funcionar, até ao dia 25, até à meia-noite, “de modo a poder dar apoio aos estudantes pombalenses, que nesta altura do ano se preparam para a época de exames”. O alargamento do horário “permite que mais jovens possam ter um espaço para estudo e preparação para a época de exames”, refere a Câmara Municipal acrescentando que aquele será “mais uma opção de escolha” dos estudantes uma vez que desde 18 de Maio existe uma sala de estudo, na zona desportiva da cidade, numa parceria com o Clube de Ténis de Pombal.

Num comunicado, a JSD de Pombal “aplaude o alargamento do horário” da Biblioteca considerando que “é mais uma proposta da JSD a ser implementada, com claras vantagens para os jovens pombalenses”. “Aliás esta proposta, que constava do programa do actual mandato da JSD Pombal, contou com o apoio da Associação dos Estudantes Pombalenses do Ensino Superior (ADEPES) e, posteriormente, foi também defendida por outras estruturas partidárias”, refere.

A JSD realça, ainda, o facto de aquela decisão ser “a primeira medida do novo vereador da Juventude, Renato Guardado, indicado pela JSD”, acrescentando que “começa assim de forma muito positiva o mandato de Renato Guardado, que mostra disponibilidade para ouvir a juventude e resolver os seus problemas”.

Por sua vez, a JS, também em comunicado, considera que a medida é uma “cedência do executivo municipal em face da pretensão formulada pela JS” e espera que o mesmo horário seja praticado “com carácter de habitualidade nos meses de Dezembro, Janeiro, Junho e Julho”.

Porém, apela a uma “postura de rectidão” referindo que a JSD tem “vindo a arrogar ab-repticiamente em seu proveito a tomada de iniciativa que levou a esta decisão”, o que, na sua opinião, se trata de uma “atitude pouco séria e despropositada”.

Os jovens socialistas relembram que “aquando do surgimento da petição, que reuniu cerca de 200 subscritores, em favor da extensão do horário”, a JS foi criticada, “quer pela JSD quer pela ADEPES”. “A JSD deixou igualmente escapar diversas oportunidades para defesa da pretensão em sede de Assembleia Municipal e Conselho Municipal da Juventude”, adiantam no mesmo comunicado.

Sobre factualidades
Noticias sobre temas e factos da actualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: